Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Trabalho realizado por: Simão Teixeira

Relações Intraespecíficas

  • As relações intraespecíficas desempenham um papel fundamental na ecologia e no comportamento animal.
  • Essas interações ocorrem dentro da mesma espécie e podem influenciar a distribuição, sobrevivência, reprodução e comportamento dos indivíduos envolvidos.
  • Desde a competição por recursos até à cooperação social, as relações intraespecífias abrangem uma ampla gama de dinâmicas, moldando as estratégias de vida das espécies e a sua adaptação ao ambiente.

Introdução

  • As relações intraespecíficas podem ser classificadas em:
- Positivas; - Negativas.
  • As relações intraespecíficas positivas ocorrem quando nenhum dos organismos envolvidos na interação se prejudica.
  • As relações intraespecíficas negativas acontecem quando há prejuízo para um dos organismos envolvidos.

Relações Intraespecíficas

  • Na dinâmica das relações intraespecíficas positivas, observamos o fenómeno conhecido por cooperação intraespecífica.
  • A cooperação intraespecífica envolve interações positivas entre membros da mesma espécie para benefício mútuo.
  • Isso pode incluir a formação de grupos sociais para caça cooperativa, defesa contra predadores ou cuidado conjunto da prole.
  • Exemplos notáveis são a caça cooperativa de lobos, a construção de colmeias por abelhas ou formação de bandos de pássaros para migração, ou seja, as chamadas colónias e sociedades.

Relações Intraespecíficas Positivas

  • As colónias são agrupamentos de indivíduos de uma espécie que se unem de forma anatómica, trazendo vantagens para todo o grupo. Nas colónias, dependendo da espécie de ser vivo, pode existir divisão de trabalho, como por exemplo, no cnidário Obelia, que apresenta indivíduos responsáveis pela reprodução e outros responsáveis pela alimentação. Nesse cnidário, encontramos organismos morfologicamente diferentes e com funções bem definidas.

Colónias

  • As colónias podem ser de dois tipos:
- Heterotípicas, heteromorfas ou polimorfas: nesse tipo de colónia existe a diferenciação entre os seus membros com divisão de trabalho entre eles;- Homotípicas, homeomorfas ou isomorfas: nesse tipo de colónia não se vê a diferença entre os seus membros, não havendo também a divisão do trabalho.
  • Um exemplo de colónia polimorfa é o da Obelia. Como colónias isomorfas existem os corais, também pertencentes ao filo dos cnidários. Os corais são seres que constroem um esqueleto calcário que abriga entre centenas a milhões de indivíduos praticamente semelhantes.
  • As sociedades são outro exemplo de relações intraespecíficas positivas. Nelas, os organismos de uma mesma espécie não vivem unidos anatomicamente como nas colónias, mas apresentam um grau de cooperação, comunicação e divisão de trabalho extremamente organizado. Como exemplos de sociedades, temos os chamados insetos sociais, que são as abelhas, vespas, formigas e cupins, e alguns mamíferos, como os castores, os gorilas e a espécie humana.

Sociedades

  • Dentro das relações intraespecíficas negativas, existem a competição intraespecífica e o canibalismo.
  • Na competição intraespecífica, os membro da mesma espécie disputam recursos limitados, como alimento, território, parceiros sexuais e abrigo.
  • Essa competição pode ocorrer de várias formas, desde confrontos diretos até estratégias mais sutis de dominância e exclusão.
  • Exemplos incluem competição por acesso a fontes de alimento numa colónia de pássaros ou lutas territoriais entre machos de leões pela liderança de um grupo.
  • Já no canibalismo, um organismo mata e devora outro organismo da mesma espécie. Como exemplo, podemos citar algumas espécies de aranhas, que devoram os machos logo após a cópula, ou algumas espécies de peixes predadores, que na falta de alimento, podem se alimentar de peixes mais jovens da mesma espécie.

Relações Intraespecíficas Negativas

  • A comunicação intraespecífica desempenha um papel crucial nas interações entre membros da mesma espécie.
  • Sons, visuais, odores e gestos são utilizados para transmitir informações sobre status social, intenções reprodutivas, ameaças e cooperação.
  • O reconhecimento individual é fundamental em muitas espécies, permitindo a formação de laços sociais e a identificação de parceiros reprodutivos.

Comunicação e Reconhecimento

  • As relações intraespecíficas têm um impacto significativo na dinâmica populacional e na estrutura dos ecossistemas.
  • Mudanças na densidade populacional, composição social e distribuição espacial podem resultar de alterações nas interações intraespecíficas.
  • Compreender essas relações é essencial para prever e gerenciar populações selvagens, conservar a biodiversidade e entender a evolução do comportamento animal.

Impacto nas Populações e Ecossistemas

  • As relações intraespecíficas são uma peça fundamental no quebra-cabeça da ecologia e do comportamento animal. Desde a competição feroz até a colaboração harmoniosa, essas interações moldam a vida e a sobrevivência das espécies em todos os cantos do planeta. Ao explorar essas dinâmicas, ganhamos conhecimentos valiosos sobre a complexidade e a beleza do mundo natural, destacando a necessidade contínua de proteger e preservar essas interações delicadas e essenciais.

Conclusão

Obrigado pela vossa atenção!