Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

start

apresentação

Hepáticas

reprodução

nutrição

Obtençãode O2

Interações no ecossistema e

Ciclo de vida e

Tipo detransporte

Classificação

O que são?

Plantas Hepáticas

Curiosidades

Vídeo

Habitat

Plantas Hepáticas

Escola Secundária Adolfo PortelaBiologia e GeologiaProf. Idalina Almeida18/03/2024

  • Ferreira, Ana (et al). (2022). BioGeo11 Biologia e Geologia - 11º Ano Biologia. 1aEd. Lisboa: Texto Editores.
Bibliografia
Trabalho realizado por:Afonso Portugal Nº1André Cardoso Nº3Diogo Parente Nº5
  • Wikipedia. (2023). Marchantiophyta. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Marchantiophyta
  • Biologianet. (s/d). Classificação das briófitas. Disponível em: https://www.biologianet.com/botanica/classificacao-das-briofitas.htm
  • Carvalho, C. (s/d). Hepáticas (Filo Hepatophyta). Disponível em: https://www.infoescola.com/biologia/hepaticas-filo-hepatophyta/
  • Silva, J. (2014). Hepáticas (Marchantiophyta) ocorrentes na área do jardim botânico da Universidade Federal de Juiz de Fora. Disponível em: https://www2.ufjf.br/jardimbotanico//files/2018/04/PDF-Monografia-Juliana-da-Costa-Silva.pdf
  • Portal da Biodiversidade dos Açores. (s/d). Jubula hutchinsiae (Hook.) Dumort. Disponível em: https://azoresbioportal.uac.pt/pt/especies-dos-acores/jubula-hutchinsiae-12083/
  • Infopédia. (s/d). hepáticas. Disponível em: https://www.infopedia.pt/artigos/$hepaticas

Webgrafia

Interações no ecossistema e nutrição

As hépaticas ocupam o primeiro nível trófico na cadeia alimentar, ou seja, são autotróficas, absorvendo água e matéria inorgânica (minerais) pelos rizoides para realizar este processo e obterem o seu alimento, portanto não têm sistema digestivo.

Obtenção de O2

Absorvem CO2 através de poros (não são estomas, pois não têm células-guarda) permanentemente abertos nos tecidos superficias húmidos e produzem O2 através da fotossíntese. Também absorvem, maioritariamente durante a noite, O2 através destes mesmos poros.

As Hépaticas são seres avasculares (não têm vasos de transporte como o xilema e o floema) então a passagem dos nutrientes ocorre por difusão (simples e facilitada) por isso a planta tem um tamanho reduzido.

Sistema de transporte

Taxonomia:

Reino Plantae Filo Marchantiophyta Classe Jungermanniopsida Ordem Porellales Família Jubulaceae Género Jubula Espécie Jubula hutchinsiae

Nome comum:Hutchins’ Hollywort
Nome científico:Jubula hutchinsiae

Classificação

Curiosidades

  • O seu nome foi atribuído na Idade Média e deve-se ao facto de em alguns géneros o gametófito ter uma forma semelhante ao fígado humano;
  • Em 2008, foram observadas hepáticas a projectar para o ar gotas de chuva contendo anterozoides que se elevavam até 15 cm de altura, permitindo com este processo fertilizar plantas femininas que se encontravam a cerca de 1 metro de distância da planta masculina mais próxima.

As Hepáticas (Hepatophyta ou Marchantiophyta) são um filo das plantas briófitas, que são seres pluricelulares com células eucarióticas vegetais.

Hepáticas
  • O ciclo de vida de uma planta Hepática é haplodiplonte, ou seja, ocorre alternância de gerações, sendo a fase gametófita a dominante;
  • O esporófito desaparece logo após ter libertado os esporos e é dependente do gametófito, pois cresce a partir do protonema;
  • Uma planta Hepática pode reproduzir-se de forma sexuada e assexuada.

Ciclo de vida e reprodução

Habitat

As hepáticas desenvolvem-se em habitats terrestres húmidos, sendo algumas aquáticas. São abundantes nas zonas tropicais e subtropicais, em regiões muito chuvosas ou com grande teor de humidade. Contudo, também se encontram em grande número nas zonas temperadas.