Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Escola Secundária Domingos RebeloNúcleo de Estágio II

Começar

Plano de atividades para a comunidade escolar

5. Bibliografia

3.2. Debate

3.1. Peça de teatro

3. Atividades escolares

4. Avaliação

2. Calendarização

3.3. Escape room

1.Enquadramento geral

Índice

Calendarização

Enquadramento geral

  • Relatórios de estágio: Entre a escravtura e a liberdade: o ensino da História na construção de uma cidadania consciente e REDH1: a utilização de Recursos Educativos Digitais no ensino da História (3.º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário).
  • Dinamização da escola provocada pela História (curiosidade, recetividade, aprendizagem e rigor);
  • Desenvolvimento de competências (docentes e discentes);
  • Abordagem interdisciplinar;
  • Utilidade da História, educar para a cidadania e para os valores;
  • Ponte entre o passado e o presente;
  • Aprendizagem significativa, ativa e transformadora;

Enquadramento geral

  • PASEO (2021): Diálogo construtivo, reflexão, empatia, espírito crítico, oralidade, habilidades sociais e emocionais, orientação futura e consciencialização cívica (cidadãos cultos e ativos), argumentação, compreensão profunda, igualdade, respeito, liberdade, emancipação (Freire, ),
  • Integração curricular e alinhamento com as Aprendizagens Essenciais;
  • Consolidação de conhecimentos;
  • Fusão entre o analógico e o digital (leveza de uma aprendizagem profunda e diversificada) - combate ao desinteresse;
  • RED - educação personalizada e inclusiva (adaptações).

Enquadramento geral

  • Aprendizagem ativa: Construtivismo, Roleplay, experiência prática, Reconstituição histórica.

Atividade 3

Escape room

Atividade 2

Debate

Atividade 1

Atividades escolares

Peça de teatro

Da abolição da Escravatura à Declaração dos Direitos Humanos.Escravatura nos dias de hoje e Escravatura Digital“Já pensaste como queres ficar marcado na História?” “Que história é que queres contar?”.

Vídeo 2 - Escravatura nos dias de hoje

História da Escravatura, do presente para o passado.

Vídeo 1 - Contextualização histórica

O digital na peça de teatro

Pano branco (projeta a luz geradora de sombra);Narrativa: Recurso ao powerpoint que incorpora o material audiovisual, o qual contém imagens, notícias, vídeos do Youtube e jornais digitais;Transições de cena: Efeitos sonoros - Música / Correntes;Recursos Digitais - Mult.dev. / Canva;Websites: Unesco Digital Library / Amnistia Portugal;Obra literária: Daget (1989) - Utilização do Tráfico de Escravos

Recursos

Intervenientes

Professor Gilberto;Estagiárias Sofia Amaral e Beatriz Meneses;Turma do 7º ano.

Objetivos

  • • Identificar os conceitos de escravatura, empatia e liberdade;
  • • Reconhecer a relevância e a utilidade da disciplina de História para a evolução do ser humano, estabelecendo ligações significativas entre o passado e o presente;
  • • Reconhecer a transversalidade do tema da escravatura ao longo da História da humanidade e, por isso, no presente,
  • reconhecer a importância da reflexão e de valores como a empatia, o respeito e a solidariedade para a convivência numa sociedade democrática;

Objetivos

• Valorizar a dignidade humana e os direitos humanos promovendo a diversidade, as interações entre diferentes culturas, a justiça, a igualdade e a equidade no cumprimento das leis; • Construir ativamente o conhecimento e a curiosidade histórica, a partir de uma pedagogia inerente à estratégia do roleplay, desenvolvendo assim, uma aprendizagem significativa reforçada pela teorização do Cone de Dale.

Atividade 2 - Debate

  • Espontaneidade;
  • Visualização dos vídeos que auxíliam, contextualizam e finalizam a peça de teatro;
  • Debate com os alunos do 10º ano da ESDR do curso de Línguas e Humanidades (auditório);
  • Questões - Escravatura / Liberdade;
  • Reflexão, análise crítica da informação, debate de ideias - contribuem para o viver democrático.

Segue o mesmo processo de seleção de recursos digitais / bibliográficos que a peça de teatro (exceto os utilizados na representação da mesma);Guião (moderador).

Recursos

Intervenientes

Professora Lúcia Coelho - coordenadora de cidadania;Estagiárias Sofia Amaral e Beatriz Meneses;Turmas do 10º ano de LH da ESDR.

Objetivos

• Reconhecer a relevância e a utilidade da disciplina de História para a evolução do ser humano estabelecendo ligações significativas entre o passado e o presente; • Identificar os conceitos de escravatura, empatia e liberdade; • Reconhecer a transversalidade dos temas da escravatura e da liberdade ao longo da História da humanidade e, por isso, no presente, reconhecer a importância da reflexão e do espírito crítico e de valores como a empatia, o respeito e a solidariedade para a convivência numa sociedade democrática;

Objetivos

• Valorizar a dignidade humana e os direitos humanos promovendo a diversidade, as interações entre diferentes culturas, a justiça, a igualdade e a equidade no cumprimento das leis; • Dominar estratégias de debate, argumentação e de expressão oral, desenvolvendo a capacidade de dialogar com o “outro” em democracia e de acordo com a teorização do Cone de Dale.

Objetivos • Conhecer a temática: a importância do 25 de Abril a partir de uma aprendizagem imersiva e significativa, que estimule a curiosidade histórica; • Valorizar a cultura nacional e a identidade portuguesa;• Reconhecer a relevância e a utilidade da disciplina de História para a evolução do ser humano estabelecendo ligações significativas entre o passado e o presente; • Reconhecer a transversalidade do tema da liberdade ao longo da História, e por isso no presente reconhecer a importância da reflexão, do espírito crítico e de valores norteadores da convivência numa sociedade democrática; • Desenvolver uma atividade colaborativa e de capacidade de diálogo com o outro.

Atividade 3 - Escape room

Atividade 3 - Escape room

  • Observação direta;
  • Questionários: Qr codes
  • Reflexão escrita.

Avaliação

Barca, I. (2004). Aula Oficina: do Projeto à Avaliação. In. Para uma educação de qualidade: Atas da Quarta Jornada de Educação Histórica. Centro de Investigação em Educação (CIED) Instituto de Educação e Psicologia, 131 – 144 Aula oficina - do Projeto à Avaliacao - Isabel Barca.pdf (sefarditas.net.br) Barca, I. (2007). Numa sociedade aberta. Currículo sem fronteiras, 7(1), 5-9. ttps://web.archive.org/web/20180423203557id_/http://www.curriculosemfronteir as.org/ vol7iss1articles/introbarca.pdf Dewey, J. (1963). Experience and education. Collier. https://img1.wsimg.com/blobby/go/37e59bfd-4b49-433d-b3cb- 81428b27612c/downloads/Experience%20and%20Education%20by%20John%20 Dewe y.pdf?ver=1631401536051 Franco, C. d. (2013). A Utilização de Recursos Educativos Digitais na Sala de Aula: Um Componente Fundamental no Ensino? (Dissertação de Mestrado). Universidade Nova de Lisboa. https://run.unl.pt/bitstream/10362/13761/1/Tese%20RED%20CatarinaFranco.pdf Lima, E. S., & Souza, T.O.P. (2022). A pesquisa-aplicação e suas contribuições para a área da Educação. Conexões-Ciência e Tecnologia, 16, 022017. http://conexoes.ifce.edu.br/index.php/conexoes/article/view/2243

Bibliografia

  • Martins, G. D. O., Gomes, C. A. S., Brocardo, J., Pedroso, J. V., Camilo, J. L. A., Silva, L. M. U., ... & Rodrigues, S. M. C. V. (2017). Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória.1-32. https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/22377/1/perfil_dos_alunos.pdf
  • Monteiro, M. C. (2001). Didáctica da História: Teorização e Prática – algumas reflexões. Plátano.
  • Trindade, S. M. G. D. C. (2014). O passado na ponta dos dedos: o mobile learning no ensino da História no 3o Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário (Tese de doutoramento). Universidade de Coimbra. https://www.academia.edu/18268183/O_passado_na_ponta_dos_dedos_mobile_ learnin g_no_ensino_da_História_no_3o_CEB_e_no_Ensino_Secundário
  • UNESCO, (2015) Educação para a cidadania global: preparando alunos para os desafios do século XXI. Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Bibliografia

Recursos

  • Organizadoras: Beatriz Meneses e Sofia Amaral;
  • Apoio: orientador cooperante Luís Castro e funcionários da bilbioteca;
  • Roleplay: 10º ano;
  • Participantes: Turmas selecionadas do 3.º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário (adaptações).

Intervenientes

  • Dificuldades enfrentadas pelas mulheres;
  • A propaganda;
  • A perseguição e a censura;
  • Processos de luta;
  • Protagonistas;
  • A guerra colonial;
  • O golpe militar do MFA;
  • A nova constituição e as regiões autónomas;
  • Entre outros.

Conteúdos

Materiais analógicos e digitais:

  • Rigor científico: Novas Cartas Portuguesas; História de Portugal do século XX;
  • Torres do Tombo e Museu do Aljube: Resistência e Liberdade;
  • Jornais;
  • Flascards;
  • Fotografias;
  • Panfletos;
  • Materiais plásticos;
  • Cravos, cadeados, fardas militares e espingarda;
  • Cadeados;
  • Certificados de participação;
  • Gamificação: Genially, Wordwall, Qr codes, Mentimenter, PowerPoint, músicas, vídeos e imagens.

Recursos

Questionários (tipologia de questões)

  1. ""No que consistiu a atividade?"
  2. "O que mais aprendeste?"
  3. "O que mais gostaste?"
  4. "O que menos gostaste?"

O planeamento:

  • Fase 1- Escolha do tema e das competências a desenvolver;
  • Fase 2- Avaliação do espaço da biblioteca e preparação das atividades entre o analógico e o digital;
  • Fase 3- Implementação da atividade.
A Escape Room:
  • Em labirinto, imersiva: enigmas, salas trancadas, escuro, pistas, dúvida, tensão.
Espaços:
  • 1- Vida antes do 25 de abril de 1974;
  • 2- O momento de viragem: a Revolução dos Cravos;
  • 3- Os desafios da liberdade na contemporaneidade - Reflexão
Dia da atividade:
  • Divisão em grupos em espaços de tempo, com elementos distintivos.

Planificação da atividade