Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

Poluição Atmosférica

Leandro Leonardo 12ºCT

Introdução:

A poluição atmosférica é cada vez mais recorrente, causada principalmente pela indústria petrolífera e pela queima dos combustíveis, que originam problemas não só ambientais mas na saúde dos seres vivos.O seu uso excessivo pode trazer sérios problemas, no entanto existem alternativas ao uso dos combustíveis fósseis menos poluentes.

problemas ambientais

Emissão de gases de efeito estufa : A queima de combustíveis fósseis libera grandes quantidades de dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa na atmosfera. Esses gases são os principais impulsionadores do aquecimento global e das mudanças climáticas, causando aumentos na temperatura média global, elevação do nível do mar e padrões climáticos extremos. Poluição do ar : A indústria petrolífera emite uma variedade de substâncias atmosféricas, incluindo dióxido de enxofre, óxidos de nitrogénio, e compostos orgânicos voláteis. Esses poluentes são importantes para a formação de smog e poluição do ar, causando problemas de saúde respiratórios, cardiovasculares e até mesmo mortes prematuras em áreas urbanas e industriais.

Problemas ambientais

Chuva ácida : As emissões de dióxido de enxofre e óxidos de nitrogénio provenientes da queima de combustíveis fósseis reagem com o vapor de água na atmosfera, formando ácido sulfúrico e ácido nítrico. Esses ácidos são transportados por grandes distâncias e depositados na superfície da Terra e podem causar danos aos ecossistemas terrestres e aquáticos, incluindo solos ácidos e acidificação de corpos de água. Impacto na biodiversidade : A poluição atmosférica proveniente da indústria petrolífera pode ter efeitos adversos sobre a biodiversidade. A composição de poluentes atmosféricos pode danificar a vegetação, reduzir a qualidade do habitat e afetar a saúde de animais selvagens e espécies aquáticas.

Problemas de saúde

Doenças respiratórias : A exposição a substâncias orgânicas voláteis como dióxido de enxofre, óxidos de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis está associada ao desenvolvimento e agravamento de doenças respiratórias, como asma, bronquite crónica, e infeções respiratórias. Essas substâncias irritam as vias respiratórias, causam inflamação nos pulmões e podem levar a dificuldades respiratórias e redução da função pulmonar. Problemas cardiovasculares : A poluição do ar também pode aumentar o risco de problemas cardiovasculares, como doença cardíaca coronária, acidente vascular cerebral (AVC), hipertensão arterial e arritmias cardíacas. A exposição a toxinas atmosféricas pode desencadear inflamação sistémica, stresse oxidativo e disfunção endotelial.

problemas de saúde

Problemas neurológicos : Estudos recentes sugerem que a exposição a emissões atmosféricas também pode estar relacionada a problemas neurológicos, como declínio cognitivo, comprometimento do desenvolvimento cerebral em crianças, doenças como Alzheimer, Parkinson e distúrbios do sono. A poluição do ar pode afetar o sistema nervoso central, causando lesões cerebrais e danos aos neurónios.Efeitos em grupos vulneráveis : Populações vulneráveis, como crianças, idosos, mulheres grávidas e pessoas com doenças crônicas, são mais suscetíveis aos efeitos adversos da poluição. Esses grupos apresentam sintomas mais graves e complicações de saúde decorrentes da exposição a fontes de poluição atmosférica.

Alternativa aos combustíveis fósseis

Existem várias alternativas à energia fóssil, incluindo a energia solar, hidrolétrica, eólica, nuclear, geotérmica e de biomassa. Essas fontes de energia são renováveis, com menor impacto ambiental do que os combustíveis fósseis, pois emitem menos gases de efeito estufa e poluentes. Além disso, a tecnologia para a produção dessas energias tem evoluído rapidamente, tornando-as cada vez mais acessíveis e eficientes. No entanto, é importante lembrar que cada fonte de energia tem suas próprias vantagens e desvantagens, e que a escolha da melhor alternativa depende de vários fatores, como a disponibilidade de recursos, a localização geográfica e as necessidades energéticas de cada região. Fazer percursos diários a pé ou de bicicleta é também uma maneira de reduzir o consumo dos combustíveis fosséis.

00:30

3 perguntinhas

00:30

00:30