Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

Write an awesome title

2

INTRODUCTION HERE

Write an awesome subtitle here to provide context

introduction here

TITLE HERE

proteção de dados!!

4

7

3

1

6

8

9

10

5

Os dados pessoais são tratados de uma forma que garanta a sua segurança, incluindo a proteção contra o seu tratamento não autorizado ou ilícito e contra a sua perda, destruição ou danificação acidental, adotando as medidas técnicas ou organizativas adequadas.

Proteção de dados refere-se às práticas, políticas e tecnologias utilizadas para garantir a segurança, privacidade e integridade das informações pessoais e confidenciais de indivíduos e organizações. Isso é especialmente relevante em um mundo cada vez mais digital, onde uma grande quantidade de dados é coletada, armazenada e processada diariamente.

  1. Utilização de senhas fortes: Senhas robustas são essenciais para proteger contas online e dispositivos. Elas devem ser complexas, com combinações de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.
  2. Criptografia de dados: A criptografia transforma os dados em uma forma ilegível para qualquer pessoa que não tenha a chave de decodificação apropriada. É uma medida fundamental para proteger informações sensíveis.
  3. Atualizações regulares de software: Manter sistemas operacionais, aplicativos e programas atualizados ajuda a corrigir vulnerabilidades de segurança conhecidas.
  4. Uso de software de segurança: Antivírus, firewalls e outras ferramentas de segurança podem ajudar a proteger contra ameaças online, como malware e ataques de hackers.
  5. Controle de acesso: Limitar o acesso a dados sensíveis apenas a funcionários autorizados reduz o risco de exposição indevida.
  6. Backup regular de dados: Fazer backup regular dos dados importantes é fundamental para protegê-los contra perda devido a falhas de hardware, ataques de ransomware ou outros incidentes.
  7. Treinamento em segurança da informação: Educar funcionários sobre práticas seguras de computação e conscientizá-los sobre ameaças potenciais ajuda a fortalecer a postura de segurança de uma organização.
  8. Conformidade com regulamentos de privacidade: Cumprir as leis e regulamentos de proteção de dados, como o GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados) na União Europeia ou a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) no Brasil, é essencial para garantir a privacidade dos dados dos usuários.
  9. Monitoramento e resposta a incidentes: Implementar sistemas de monitoramento de segurança e ter planos de resposta a incidentes ajuda a identificar e responder rapidamente a possíveis violações de dados.
  10. Avaliação de riscos: Regularmente realizar avaliações de riscos de segurança ajuda a identificar vulnerabilidades e tomar medidas proativas para mitigar esses riscos.
  • Ao adotar essas precauções e outras medidas de segurança, as organizações podem melhorar significativamente sua capacidade de proteger os dados e preservar a privacidade de seus usuários.

Existem várias medidas e princípios que são fundamentais para a proteção de dados:

  1. Consentimento Informado: Os indivíduos devem ser informados sobre como seus dados serão usados e dar consentimento explícito para esse uso.
  2. Minimização de Dados: Coletar apenas os dados necessários para a finalidade específica e não mais do que isso.
  3. Segurança de Dados: Implementar medidas de segurança adequadas para proteger os dados contra acesso não autorizado, uso indevido, perda ou destruição.
  4. Acesso Limitado: Garantir que apenas pessoas autorizadas tenham acesso aos dados pessoais e que esse acesso seja restrito conforme necessário.
  5. Transparência: Ser transparente sobre as práticas de coleta, processamento e armazenamento de dados.
  6. Direitos dos Titulares dos Dados: Respeitar os direitos dos titulares dos dados, incluindo o direito de acessar, corrigir e excluir suas informações pessoais.
  7. Responsabilidade: As organizações são responsáveis por garantir a conformidade com as leis e regulamentos de proteção de dados e devem ser capazes de demonstrar conformidade.

Para conseguirmos proteger os nossos dados pessoais temos que encerrar a sessão sempre que sair do e-mail, de redes sociais. Limpar o histórico de navegação sobre os sites visitados. Proteger sua máquina de ataques virtuais. Manter antivírus e firewalls atualizados, e procurar navegar e fazer downloads via sites confiáveis.

Os sete tipos mais comuns de violação de dados e como eles afetam seus negócios

    • Informações roubadas.
  • Ransomware.
  • Adivinhar senha.
  • Pressionamentos de tecla.
  • Phishing.
  • Malware ou vírus.
  • Negação de Serviço Distribuída (DDoS)

Consentimento Informado: Os indivíduos devem ser informados sobre como seus dados serão usados e dar consentimento explícito para esse uso. Minimização de Dados: Coletar apenas os dados necessários para a finalidade específica e não mais do que isso. Segurança de Dados: Implementar medidas de segurança adequadas para proteger os dados contra acesso não autorizado, uso indevido, perda ou destruição. Acesso Limitado: Garantir que apenas pessoas autorizadas tenham acesso aos dados pessoais e que esse acesso seja restrito conforme necessário. Transparência: Ser transparente sobre as práticas de coleta, processamento e armazenamento de dados. Direitos dos Titulares dos Dados: Respeitar os direitos dos titulares dos dados, incluindo o direito de acessar, corrigir e excluir suas informações pessoais. Responsabilidade: As organizações são responsáveis por garantir a conformidade com as leis e regulamentos de proteção de dados e devem ser capazes de demonstrar conformidade. Além disso, em muitas jurisdições, como a União Europeia com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), existem leis específicas que estabelecem diretrizes e requisitos para a proteção de dados pessoais. As organizações que lidam com dados pessoais devem estar cientes dessas medidas e princípios e implementar políticas e procedimentos robustos para garantir a proteção adequada dos dados. Isso não apenas protege a privacidade e os direitos dos indivíduos, mas também constrói confiança e credibilidade para as organizações que tratam essas informações.

PROTEÇÃO DE DADOS

  • informação sobre o tratamento dos seus dados pessoais;
  • obter acesso aos dados pessoais conservados que lhes digam respeito;
  • solicitar a correção de dados pessoais incorretos, inexatos ou incompletos;

Os cidadãos têm direito a:

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit

Consciência e treinamento Minimização de dados Consentimento informado Segurança da informação Controle de acesso Backup e recuperação de dados Políticas de retenção de dados Auditorias e revisões regulares Transparência e comunicação Resposta a incidentes

Cuidados importantes:

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit