Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

SITTING BULL

Horizontal infographics

RUGBY WORLD CUP 2019

Horizontal infographics

GRETA THUNBERG

Horizontal infographics

FIRE FIGHTER

Horizontal infographics

VIOLA DAVIS

Horizontal infographics

LOGOS

Horizontal infographics

Transcript

6 things about

Auto da Barca do Inferno

Definição de auto

Argumento

Estrutura da obra

Trilogia das barcas

Data e circunstâncias

Mito de Caronte

Gisela Oliveira

Peça teatral breve, de temática religiosa, que visa satirizar pessoas ou situações com uma intenção moralizadora.

Esta obra faz parte de uma trilogia composta pelas obras: Auto da Barca do Inferno (1517), Auto da Barca do Purgatório (1518) e Auto da Barca da Glória (1519).

O texto está organizado em estrofes de 8 versos (oitavas), cada um, no geral, com sete sílabas métricas (redondilha maior). O esquema rimático predominante é abbaacca (rima emparelhada e interpolada).Não apresenta a divisão clássica em cenas e atos.

Esta obra foi representada pela primeira vez, em 1517, nos Paços da rainha D. Leonor, a "Rainha Velha" (viúva de D. João II), segundo alguns autores a "melhor, mais afetiva e efetiva" protetora de Gil Vicente.

Caronte é o barqueiro de Hades (Inferno) que, na mitologia grega, carrega as almas dos recém-mortos sobre as águas do rio Estige, rio que dividia o mundo dos vivos do mundo dos mortos. As almas apenas atravessariam se tivessem um óbolo (moeda) que era colocado dentro ou sobre a boca dos cadáveres, de acordo com a tradição funerária da Grécia Antiga.Aqueles que não pagassem a travessia tinham de vagar pelas margens do rio por cem anos.