Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Coimbra, 2024

estudo de caso clínico de uma criança e da sua família

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRAAno Letivo 2023/2024 – 2º SemestreEnsino Clínico em Cuidados de Saúde Hospitalares - Componente de PediatriaOrientadora: Professoras Sandra Ilda Morais Lopes Serviço de Bloco Operatório do CHUC - HPJoana Dias

Apresentação da criança e família

A D.M. é uma adolescente de 16 anos, do género feminino, de raça negra e nacionalidade angolana. A adolescente foi diagnosticada com uma litíase vesicular biliar, no contexto de uma drepanocitose prévia. Deste modo, encontrava-se em internamento eletivo para uma colecistectomia laparoscópica.

Appendix

  • reside num apartamento em Castelo Branco, com a mãe e os três irmãos;
  • está inscrita no centro de saúde da sua área de residência e apresenta o esquema de vacinação completo;
  • foi avaliado o risco de queda, uma vez que, no decorrer de uma cirurgia, alguns fármacos utilizados alteram o nível de consciência do utente; o score obtido na escala de Humpty-Dumpty foi de 13 pontos – alto risco de queda.

Comunicar

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • sem dificuldades para verbalizar ou interpretar mensagens;
  • apresenta expressões faciais e linguagem corporal adequadas;
  • demonstra conhecimento acerca da dor.

Manter um ambiente seguro

Development

  • geralmente apresenta respiração espontânea, com uma frequência respiratória habitual de 18 ciclos respiratórios por minuto e uma saturação periférica de oxigénio entre os 97% e os 99%;
  • no decorrer da cirurgia, a via aérea foi assegurada pela intubação endotraqueal realizada pelo médico anestesista responsável;
  • apresentou sialorreia durante a cirurgia, pela presença do tubo endotraqueal na cavidade oral;

Comer e beber

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • dentição completa;
  • é independente na preparação e consumo das suas refeições;
  • segue uma dieta vegetariana por opção e desconhece qualquer alergia alimentar;
  • bebe a quantidade de água recomendada diariamente;
  • colocada uma sonda nasogástrica antes da cirurgia, que drenou um total de 50 mililitros de conteúdo biliar;

Respirar

Development

  • geralmente, a adolescente é capaz de fazer o controlo dos esfíncteres vesical e anal e refere que as fezes e urina têm odor e aspeto característicos;
  • ausência de perdas de urina ou fezes no decorrer da cirurgia;
  • sem contabilização do débito urinário;

Higiene pessoal e vestir-se

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • faz o uso de roupas adequadas ao contexto e aparenta boa higiene pessoal;
  • é independente na realização dos autocuidados de higiene e vestir-se.

Eliminar

Development

  • é capaz de andar, de se mobilizar e de manipular objetos independentemente;
  • durante a cirurgia, encontrava-se inconsciente pelo efeito da anestesia e deixou de desempenhar estas atividades;
  • foi avaliado o risco de úlcera por pressão através da escala de Braden Q, com um score total de 15 pontos – alto risco de úlcera por pressão;
  • o risco de úlcera da córnea aumenta, porque durante a cirurgia não há lubrificação do olho;

Controlar a temperatura corporal

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • quando exposta ao frio, apresenta crises vaso-oclusivas, com dor generalizada pelos membros do corpo;
  • já aconteceu, também, quando sujeita a temperaturas muito elevadas, mas com menos frequência;
  • foi importante evitar o frio no decorrer da cirurgia e vigiar a temperatura corporal.

Mobilizar-se

Development

  • frequenta o 10º ano, num curso de Artes do ensino secundário;
  • não frequenta atividades extracurriculares;
  • gosta de desenhar, ler e ouvir música nos seus tempos livres;
  • mudou-se para Portugal no final do 7º ano e refere boa adaptação;
  • o agregado familiar é composto por 5 elementos;
  • os pais encontram-se separados e a adolescente não mantém contacto com a família paterna;
  • não tem telemóvel e despende pouco tempo do seu dia em frente a televisões ou computadores.

Exprimir a sexualidade

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • a mãe refere que a adolescente sempre foi uma criança comunicativa e mantém uma boa interação social;
  • a utente não se apresenta confusa relativamente à sua orientação sexual;

Trabalhar e distrair-se

Development

  • a mãe refere que a adolescente nunca passou por experiências traumáticas relacionadas com a morte;
  • a utente não verbaliza medo de morrer ou de situações relacionadas com a morte.

Dormir

Avaliação da criança e família

Modelo das 12 Atividades da Vida Diária de Nancy Roper

  • verbaliza que não precisa da companhia de terceiros para adormecer e que o faz com facilidade;
  • no tempo despendido a dormir é capaz de descansar eficazmente;

Morrer

Development

Aspirar via aérea (durante a cirurgia, quando se verificar excesso de produção de saliva - sialorreia); Manter limpeza da via aérea; Vigiar via aérea.

Limpeza da via aérea

Limpeza da via aérea ineficaz

Intervenções de enfermagem

Diagnóstico

Foco

Plano de Cuidados

Methodology

Monitorizar temperatura corporal; Vigiar temperatura corporal; Instituir medidas para promover normotermia (utilizar aquecedor durante cirurgia).

Temperatura corporal

Temperatura corporal comprometida

Intervenções de enfermagem

Diagnóstico

Foco

Plano de Cuidados

Methodology

Avaliar risco de úlcera de pressão; Prevenir úlcera de pressão (antes da cirurgia, aliviando as zonas de pressão através de poscionamentos utilizando rolo de lençol); avaliar integridade da pele (no início e no final da cirurgia);

Úlcera por pressão

Risco de úlcera por pressão

Intervenções de enfermagem

Diagnóstico

Foco

Plano de Cuidados

Methodology

Vigiar risco de úlcera da córnea; Prevenir úlcera da córnea (antes da cirurgia, lubrificar o olho com pomada oftálmica e realizar oclusão completa do olho com adesivo hipoalergénico);

Úlcera

Risco de úlcera de córnea

Intervenções de enfermagem

Diagnóstico

Foco

Plano de Cuidados

Methodology

Avaliar risco de quedas; Monitorizar risco de queda; Prevenir a queda (antes da cirurgia, posicionando a utente em decúbito dorsal e utilizando dispositivos de segurança, se necessário); manter a cama na posição mais baixa possível e travada (no decorrer da cirurgia);

Queda

Risco de queda

Intervenções de enfermagem

Diagnóstico

Foco

Plano de Cuidados

Methodology

Manter o ambiente asséptico (durante a cirurgia)
Administrar terapêutica (administrar e gerir fluidoterapia prescrita; administrar terapêutica prescrita, no decorrer da cirurgia)
Vigiar eliminação urinária (vigiar se há perdas de urina, durante a cirurgia)

Atitudes terapêuticas

Monitorizar sinais vitais (frequência respiratória, frequência cardíaca, tensão arterial, temperatura corporal, saturação periférica de oxigénio sanguínea)

Bibliography

Coimbra, 2024

estudo de caso clínico de uma criança e da sua família

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRAAno Letivo 2023/2024 – 2º SemestreEnsino Clínico em Cuidados de Saúde Hospitalares - Componente de PediatriaOrientadora: Professoras Sandra Ilda Morais Lopes Serviço de Bloco Operatório do CHUC - HPJoana Dias