Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Joana Silva nº8 10ºL maio do ano letivo 2023/2024 Prof. Óscar Orlando Fonseca Freitas

Andebol

Fim

Webgrafia/Bibliografia

Conclusão

Ações técnicas e táticas

Gestos técnicos

Regulamento

Terreno de jogo

Caracterização

História

Introdução

Índice

Neste trabalho (composto por três partes principais: introdução, desenvolvimento e conclusão) irei abordar a modalidade de andebol (modalidade estudada este período) através da apresentação da sua história, campo e regras, ações técnicas e formas de jogo estudados em aula.

O presente trabalho foi elaborado para a disciplina do 10.ºano de Educação Física, da Escola Secundária de Fafe, da responsabilidade do Professor Óscar Orlando Fonseca Freitas e surge da impossibilidade de eu, Joana Maria Teixeira Silva, praticar exercício/atividade física, por motivos de saúde, em resultado de uma lesão, ocorrida em Patinagem artística, na qual sou atleta federada.

Introdução

  • O andebol é um desporto coletivo, tendo suas origens na Europa.
  • Jogos semelhantes ao andebol podem ser rastreados até a Grécia antiga e a Roma.
  • Durante a Idade Média, jogos com bola usando as mãos eram comuns na Europa. Estes jogos eram praticados em diferentes formas em várias regiões.
  • O andebol moderno começou a tomar forma no final do século XIX na Europa.
  • O dinamarquês Holger Nielsen publicou as primeiras regras formais do andebol em 1906. No entanto, foi Karl Schelenz, um professor de educação física alemão, quem desenvolveu as regras do andebol moderno em 1917.
  • O primeiro jogo internacional de andebol foi realizado em 1925 entre Alemanha e Áustria. O andebol de campo (uma variação jogada ao ar livre) foi incluído nas Olimpíadas de 1936 em Berlim, mas depois foi removido.

História da modalidade

Introduzir a bola na baliza da equipa adversária, através de ações técnicas e táticas ofensivas, e evitar que a equipa adversária consiga fazer o mesmo, recorrendo a ações técnicas e táticas defensivas adequadas.

Objetivo:

O andebol é um jogo desportivo coletivo praticado por duas equipas em oposição, constituídas por 7 jogadores efetivos e um máximo de 7 suplentes.

Caracterização da modalidade

Bola de andebol

  • Circunferência: 50 a 52 cm (bola nº1); 54 a 66 cm(bola nº2)
  • Peso: 290 a 330g (bola nº1); 325 a 375g (bola nº2)

O terreno de jogo é um retângulo com 40 metros de comprimento e 20 metros de largura, com duas áreas de baliza e uma área de jogo. As linhas limite mais compridas são designadas linhas laterais e as mais curtas linhas de baliza (entre os postes da baliza) ou linhas de saída de baliza (do lado exterior dos mesmos). Nesta imgem é possível identificar as posições dos jogadores.

Terreno de jogo

Regras, sinalética do árbitro e faltas

Regulamento de andebol

  • O tempo de jogo normal para equipas de jogadores de idade superior a 16 anos (inclusive) é de duas partes de 30 minutos cada. Caso se verifique um empate no final do tempo regulamentar, é realizado um prolongamento de duas partes com cinco minutos cada. Caso o empate permaneça, procede-se a um desempate, através de lançamentos de sete metros.

Paragens (time out) são concedidas:

  • sempre que sejam necessárias consultas entre árbitros;
  • em caso de exclusão de dois minutos ou desqualificação
  • em caso de necessidade de assistência médica de algum jogador;
sendo que existe um máximo de três por equipa até dois por cada parte do jogo e nos últimos 5 minutos da partida só é permitido solicitar um time-out

Duração da partida

A bola está em jogo:

  • Em todos os outros momentos, mesmo quando bate nos postes, na trave da baliza ou nos árbitros (se estiverem dentro do campo)

É bola fora:

  • quando ultrapassa completamente as linhas laterais ou de baliza;
  • quando um jogador em posse de bola apoia um ou ambos os pés fora do terreno de jogo (mesmo que a bola esteja dentro de campo).

  • O início do jogo faz-se através de um lançamento de saída, no centro do campo, por um jogador da equipa atacante. O mesmo acontece no começo da segunda parte.
  • Após um golo, o lançamento de saída é feito na zona central do campo, mas apenas os jogadores da equipa que executa o lançamento de saída têm obrigatoriamente de estar no seu meio-campo.
  • Sempre que a bola se encontrar fora, a reposição em jogo deve ser feita um ou ambos os pés sobre a linha.

Início e reinício de jogo

Lançamento lateral ou de reposição em jogo: quando a bola sai pela linha lateral; quando um jogador de campo da equipa defensora é o último a tocar a bola, antes desta cruzar a linha de baliza ou quando a bola toca no teto ou num objeto fixo sobre o terreno de jogo; ao ser executado, o jogador deve ter um ou ambos os pés sobre a linha e os adversários têm de estar a 3 metros de distância.

Reposição da bola em jogo:

Início e reinício de jogo

Lançamento de baliza: quando a bola sai pela linhas de saída de baliza, tocada em último lugar por um atacante ou pelo guarda-redes da equipa defensora, a bola é reposta em jogo à mão, pelo guarda-redes, em qualquer ponto interior da área de baliza.

Reposição da bola em jogo:

Início e reinício de jogo

Sinalética de árbitro

  • É golo quando a bola transpuser completamente a linha de baliza entre os postes, debaixo da trave e de acordo com as regras de jogo.

Golo

Não é permitido:

  • tocar a bola com o pé ou perna abaixo do joelho, exceto quando a bola é atirada ao jogador por um adversário;
  • tocar a bola mais de uma vez, após ter sido controlada sem ter tocado o solo ou a baliza;
  • um jogador com bola apoiar um ou ambos os pés fora do terreno de jogo.

É permitido:

  • segurar a bola nas mãos por um período máximo de três segundos;
  • dar um máximo de três passos com a bola na mão;
  • passar a bola de uma mão para a outra mão;
  • bater a bola no solo repetidamente com uma mão (drible).

Jogar a bola

Livre de nove metros: É assinalado quando a equipa defensora comete infrações numa zona situada entre as linhas dos seis metros e dos nove metros. Livre de sete metros: É assinalado quando se impede ilegalmente uma clara oportunidade de golo.

  • bater na bola ou arrancá-la das mãos do adversário;
  • empurrar ou bloquear (com as mãos, membros superiores ou membros inferiores), um adversário;
  • correr ou saltar sobre o adversário;
  • segurar ou prender o adversário.

Faltas de conduta desportiva

Área de baliza: Se um jogador de campo da equipa em posse de bola entrar na área de baliza alcançando vantagem, é assinalado lançamento de baliza. Guarda-redes: É permitido tocar a bola com qualquer parte do corpo, enquanto ato de defesa, dentro da área de baliza. Pode sair da área de baliza, sem a bola, e participar depois no jogo como qualquer jogador de campo. Não lhe é permitido sair e depois entrar na área de baliza com a bola em seu poder.

  • Advertência: O árbitro mostra o cartão amarelo.
  • Exclusão: Durante dois minutos, o jogador não participa no jogo.
  • Desqualificação: O árbitro mostra o cartão vermelho a um jogador que tenha sido excluído (dois minutos) pela terceira vez ou que tenha um comportamento antidesportivo grave.
  • Expulsão: Caso cometa uma agressão, o jogador é expulso, ficando a sua equipa em inferioridade numérica até ao final do jogo.

Sanções

Gestos Técnicos

  • execução similar ao passe de ombro;
  • distingue-se pela trajetória da bola, que deve ressaltar no solo antes de chegar ao recetor.
  • pegar a bola com os dedos bem afastados, com esta acima da cabeça;
  • colocar o pé contrário à mão que tem a bola ligeiramente à frente do outro;
  • rotação do tronco para o lado do membro superior executor;
  • enviar a bola com um movimento do membro superior, de trás para a frente;
  • transferir o peso do corpo do membro inferior mais recuado para o mais avançado.

Passe picado

Passe de ombro

Passes

  • os membros superiores devem estar estendidos para baixo;
  • as palmas das mãos devem estar voltadas para a frente;
  • os dedos mindinhos devem estar virados um para o outro, formando um «M» com os dedos anelares.
  • os membros superiores devem encontrar-se estendidos; as mãos em concha, formando um «W»;
  • fletir os membros superiores para amortecer o impacto da bola.

Receção baixa:

Receção alta:

Receção

  • o membro superior realiza o movimento ligeiramente fletido e afastado do corpo;
  • o pulso deve desempenhar um papel amortecedor e impulsionador da bola, através de um movimento de extensão e flexão;
  • a bola deve ser conduzida à frente e ao lado do corpo.

Drible em progressão:

Drible

  • corrida preparatória: máximo de três passos;
  • impulsão efetuada com o membro inferior contrário ao membro superior que efetua o remate, com flexão do outro membro inferior;
  • imprimir rapidez à rotação do tronco para a frente, em simultâneo com o movimento de extensão do membro superior dominante.
  • usa os mesmos princípios técnicos do passe de ombro;
  • transferência rápida do peso do corpo de trás para a frente aumenta a potência do remate;
  • extensão total do membro superior e flexão do pulso no momento final do movimento.

Remate em suspensão:

Remate em apoio:

Remates

Deslocamento rápido do atacante, com o objetivo de se libertar da marcação defensiva e de criar linha de passe, situação de vantagem para finalizar ou situação eficaz de circulação de bola.

Colocação de um defensor numa posição equilibrada que lhe possibilite o acompanhamento e controlo do seu adversário direto, ou não, bem como a ajuda aos companheiros de equipa.

Desmarcação:

Marcação:

Marcação e desmarcação

Remates e organização ofensiva e defensiva

Ações técnicas e táticas

  • remate executado pelos jogadores ponta quando se encontram no seu lado «débil»;
  • deslocamento da zona exterior para o espaço interior, com flexão lateral do tronco para o lado contrário ao membro superior que executa o remate, e a impulsão a ser realizada na direção da linha dos sete metros.
  • tipo de remate usualmente utilizado pelos jogadores pontas, quando se encontram no seu lado «forte»;
  • deslocamento da zona exterior para a zona interior do campo, com a impulsão a ser realizada na direção da linha de sete metros e com a armação do remate a ser feita o mais tarde possível, protegendo a bola das ações defensivas.

Remate em basculação:

Remate com abertura de ângulo:

Remates

  • As equipas devem procurar, neste sistema, ocupar o terreno de jogo de forma equilibrada e organizada;
  • Defensivamente, deves estar entre a baliza e os teus adversários;
  • Ofensivamente, deves posicionar te de forma a assegurares a fluidez da circulação da bola para posterior promoção de situações vantajosas à finalização.

7x7 ou HxH

Organização ofensiva e defensiva

Ao longo das aulas a turma experimentou a modalidade de andebol. Este trabalho permitiu consolidar os conhecimentos adquiridos ao longo das aulas. Atendendo aos problemas de saúde tornou-se uma mais valia a realização deste trabalho, não só para efeitos de avaliação sumativa, mas pelo prazer de aprofundar o meu conhecimento sobre esta modalidade.Durante a realização deste trabalho foi me possível compreender e fixação os conhecimentos sobre o andebol, que me despertou a curiosidade durante a descoberta das suas origens e do quanto um desporto pode ser divertido e benéfico para a nossa saúde ao mesmo tempo. Em suma, acredito que se tornou uma mais valia ,para o meu conhecimento e cultura geral, a realização deste trabalho.

Conclusão

Imagens:

  • Documento de apoio fornecido pelo Professor Óscar Orlando Fonseca Freitas;
  • Restantes imagens possuem o seu respetivo link associado onde é apresentada.

Vídeos:

  • Todos os vídeos presentes neste trabalho possuem ligação com a sua origem

Informações sobre a modalidade:

  • Documento de apoio fornecido pelo Professor Óscar Orlando Fonseca Freitas;
  • Manual Fair Play 10º,11º e 12º anos;

Webgrafia/Bibliografia

Joana Silva 10ºL

Obrigada!