Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Realizado por:Afonso GomesDinis Campinho

Revolução Agrícola

Índice

1. Inovações agrícolas

2. Revolução agrícola

3. Enclosures

4. Novos instrumentos e técnicas de cultivo

5. Afolhamento quadrienal

Por um lado, essas mudanças refletiram-se num aumento da área cultivada, através de novidades como:

  • drenagem dos campos pantanosos.
  • ocupação de terras baldias ou comunais (pertencentes às comunidades) pelos grandes proprietários.
  • aquisição de terras dos pequenos proprietários arruinados pelos grandes proprietários.
  • emparcelamento e vedação de propriedades, designadas por enclosures - campos fechados com sebes, cercas ou muros. Nelas praticava-se a agricultura e era também possível a criação de gado.

Inovações Agrícolas

Nos séculos XVII e XVIII, a Holanda e a Inglaterra, iniciaram a RevoluçãoAgrícola, um conjunto de grandes transformações na agricultura que originaram um significativo aumento da produção.

  • novos instrumentos agrícolas como a ceifeira mecânica
  • novas culturas, como a batata e o milho, e a seleção das sementes
  • fertilização das terras e melhoria dos solos arenosos, através da mistura de argila (margagem)

Por outro lado, foram desenvolvidos novos instrumentos e técnicas de cultivo, tais como:

  • aplicação de um novo sistema de rotação de culturas - o afolhamentoquadrienal - que põe fim ao pousio.

Inovações Agrícolas

A valorização da agricultura como base da riqueza de um país viria a dar origem ao fisiocratismo, uma doutrina económica teorizada por Quesnay e que defendia que a terra é a única fonte de riqueza de um país e o agricultor é quem a multiplica.

As consequências da Revolução Agrícola foram o aumento da produção e da produtividade agrícola (relação entre a quantidade de sementes que se lança à terra e aquilo que se colhe), o que contribuiu para a melhoria da alimentação da população.

Inovações Agrícolas

Obrigado pela vossa atenção!

Fim