Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Madalenade Vinlhena

Trabalho realizado por Beatriz Ramos,Nº3 e Luiza Ramos,Nº7.

Start

. Introução.Biografia histórica de Madalena.Personagem Madalena de Vilhena.Conclusão

índice

Introdução

Neste trabalho, vamos falar sobre Madalena de Vilhena, a primeira personagem da peça Frei Luís de Sousa.Esta é escrita por Almeida Garret.

Biografia Histórica de Madalena:

Madalena de Vilhena nasceu nasceu no final do século XVI, numa família nobre portuguesa. Ela casou-se pela primeira vez com D. João de Portugal. Dessa relação tiveram dois filhos: D. Luís de Portugal, herdeiro de sua casa, que serviu em Ceuta onde, brincando, meteu o ferro de sua lança pela testa e morreu e D. Joana de Portugal.

Na peça Frei Luís de Sousa, de Almeida Garret, D. Madalena de Vilhena é a primeira personagem que aperece, mas podemos afirmar que toda a família tem um relevo significativo. São as relações entre esposos, pais e filha, o criado e os seus amos ou mesmo o apoio de Frei Jorge que estão em causa.

MADALENA DE VILHENAFREI DE LUÍS DE SOUSA

Info

Info

Info

Assim, concluímos que Madalena de Vilhena é uma personagem de muito amor e lealdade. Esta é também um símbolo do conflito interno entre o dever e o desejo pessoal.Madalena é uma personagem sensível e moralmente consciente.

Conclusão

Há catorze anos que vive com Manuel de Sousa Coutinho.

Casada em segundas núpcias com Manuel de Sousa Coutinho, após sete anos de buscas por D. João de Portugal, seu primeiro marido, que desapareceu na batalha de Alcácer Quibir.Tomando mais tarde o hábito das Religiosas do Mosteiro do Sacramento de Lisboa e ele o de São Domingos de Benfica, com nome Frei Luís de Sousa, tendo composto as Crónicas de sua Ordem e a Vida do Venerável Frei Bartolomeu dos Mártires. Nunca mais se viram nem se comunicaram, fosse por escrito.

D. Madalena tinha dezssete anos quando D.João de Portugal despareceu na batalha de Alcácer Quibir. Durante sete anos procurou-o.
D. Madalena, hesitante, perturbada e agitada, é uma personagem comandada pelo coração, que valoriza a perspetiva individual e pessoal, que exagera as consequências previsíveis da decisão tomada a que, obcecada pelo passado, teme o presente e vive aterrorizada com o futuro.