Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Trabalho realizado por:Afonso RomãoAfonso MartinsDuarte

Flexibilidade

08 Flexibilidade e força muscular

07 Métodos passivos e ativos para o desenvolvimento da flexiblidade

06 Métodos estáticos e dinâmicos para o desenvolvimento da flexiblidade

05 Método da facilitação neurimuscular propriocetiva

04 Fatores esteoarticulares, musculares e nervosos condicionantes da flexiblidade

03 Diferentes formas de manifestação

02 Importância do treino e desenvolvimento

01 Conceito

Índice

A flexibilidade é a capacidade de um músculo se esticar sem sofrer qualquer tipo de danos. Esta amplitude está determinada pelo intervalo de movimento dos músculos que formam uma articulação.

Conceito

Importância do treino e desenvolvimento

11

Diferentes formas de manifestação de flexibilidade

Representa a habilidade de realizar um movimento rápido dentro da amplitude normal do movimento articular. Esta forma é geralmente medida em movimento

Dinâmica

É a amplitude do movimento de uma articulação, sem ter a consideração a velocidade desse movimento. Esta forma é geralmente medida em repouso

Estática

Manifestação estática e dinâmica

Importância da flexibilidade na eficiência dos movimentos

Fatores osteoarticulares, musculares e nervosos condicionantes da flexibilidade

Este fator está relacionado à estrutura e função das articulações e ossos. A mobilidade articular e a resistência das articulações influenciam a amplitude do movimento.

Fatores osteoarticulares

A elasticidade muscular desempenha um papel fundamental na flexiblidade. Propriedades neurofisiológicas dos músculos, como os recetores, afetam o alongamento e a manutenção da amplitude de movimento

Fatores musculares

  1. Reflexo Miotático
  2. Órgãos tendinosos de golgi
  3. Inibição Recíproca
  4. Plasticidade Neural
  5. Controlo motor e coordenação
  6. Tensão e stress nervoso

Existem vários fatores fundamentais para o sistema nervoso na determinação da flexibilidade sendo eles:

Fatores nervosos

Fatores Nervosos

Fatores Nervosos

A facilitação neuromuscular propriocetiva é uma técnica de terapia física que utiliza estimulos neuromuscular especificos para melhorar a função muscular e reduzir a dor em pacientes com lesões musculoesqueléticas. Esta técnica envolve a aplicação de estimulos especificos para facilitar ou inibir a atividade muscular.

Métodos de facilitação neuromuscular propriocetiva

O método estático envolve manter-se na mesma posição ao atingir o limite máximo, para chegar a este limite a amplitude do movimento deve ser aumentada de maneira continua.Já o método dinâmico consiste em realizar movimentos progressivos e suaves de forma oscilatória, baseando-se em movimentos repetidos, com o proprósito de obter a cada insistência maior amplitude.

Métodos estáticos e dinâmicos para o desenvolvimento da flexibilidade

O método ativo é quando o grupo muscular é alongado através da ativação isométrica no musculo oposto.Já o método passivo é quando o grupo muscular é alongado isometricamente por uma força externa.

Métodos passivos e ativos para o desenvolvimento da flexibilidade

Flexibilidade é influenciada por diversos fatores como a idade, género e condição física.

Flexibilidade

É a capacidade de vencer uma resistência. Em treino de força pode ter efeito potencial na flexibilidade.

Força Muscular

Diferença entre:

FIM!

É desencadeado quando um músculo é rapidamente alongado. Os fusos musculares detetam a mudança de comprimento e velocidade, enviando sinais ao sistema nervoso central para contrair o músculo em resposta. Este mecanismo tem como objetivo proteger contra lesões, mas no entanto pode limitar a flexiblidade.

Reflexo Miotático

Localizados nos tendões, detetam a tensão muscular, quando são ativados, provocam o relaxamento do músculo para a prevenção de danos.Alongamentos estáticos prolongados podem realizar a ativação dos orgãos tendinoso de golgi, resultando assim em maior relaxamento e aumento da flexiblidade

Orgãos tendinoso de golgi

Quando um músculo se contrai, os músculos antagonistas relaxam. Este processo é controlado pelo sistema nervoso e pode ser utilizado para aumentar a flexiblidade, através de técnicas como a facilitação neuromuscular propriocetiva

Inibição Recíproca

A capacidade do sistema nervoso de coordenar movimentos suaves e eficientes pode afetar a flexibilidade, um melhor controlo motor permite maior precisão nos movimentos de alongamento, melhorando os ganhos de flexibilidade

Controlo motor e coordenação

O estado de tensão ou relaxamento geral do sistema nervoso pode influenciar a flexibilidade. Stresse e ansiedade podem aumentar a tensão muscular, reduzindo a flexibilidade, enquanto técnicas de relaxamento podem ajudar a melhorar

Tensão e stress nervoso

O sistema nervoso pode adaptar-se ao treino regular da flexibilidade, melhorando a coordenação neuromuscular e a eficiência dos alongamentos. Com o tempo,os caminhos neurais que permitem a amplitude de movimento são fortalecidos.

Plasticidade Neural