Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Start

TRansmissãodoimpulso nervoso

Lara Borges & Vera Fernandes 2C

Características do impulso nervoso

O impulso nervoso, também conhecido como potencial de ação, é um fenómeno eletroquímico que permite a comunicação rápida e eficiente entre neurônios, bem como entre neurónios e outras células, como músculos e glândulas.

+ INFO

O sentido de propagação do impulso nervoso refere-se à direção na qual o potencial de ação (ou impulso nervoso) se move ao longo de um neurônio. Este processo é crucial para a comunicação entre neurônios e para a transmissão de sinais ao longo do sistema nervoso.Estrutura do Neurônio:Dendritos: Recebem sinais de outros neurônios.Corpo: Celular (Soma): Processa esses sinais.Axônio: Transmite os sinais processados para outros neurônios ou células efetoras.Terminais Axonais: Liberam neurotransmissores para comunicar com a célula seguinte.Propagação do Impulso Nervoso:Potencial de Ação: Um impulso nervoso é desencadeado quando o potencial de membrana de um neurônio atinge um certo limiar. Isto é causado por uma rápida despolarização da membrana celular, seguida por uma repolarização.Início: O impulso nervoso geralmente começa no cone axônico (a junção do corpo celular com o axônio) onde a densidade dos canais de sódio dependentes de voltagem é mais alta.Direção: A propagação do potencial de ação ocorre ao longo do axônio em direção aos terminais axonais. Este movimento é unidirecional devido ao período refratário, um intervalo curto após o potencial de ação durante o qual a membrana não pode ser despolarizada novamente imediatamente.Sinapses: Quando o potencial de ação atinge os terminais axonais, ele provoca a liberação de neurotransmissores nas sinapses, que são as junções entre neurônios. Os neurotransmissores então se ligam a receptores nos dendritos do próximo neurônio, transmitindo o sinal.A propagação do impulso nervoso é fundamental para todas as funções do sistema nervoso, desde os reflexos simples até os processos cognitivos complexos. Ela garante que os sinais sejam transmitidos de maneira rápida e eficiente ao longo do corpo, permitindo respostas rápidas a estímulos externos e a coordenação das funções corporais.

Sentido de propagação do impulso nervoso

Criação do Impulso Nervoso

Potencial de Ação: O impulso nervoso é criado quando um estímulo despolariza a membrana do neurónio até o limiar, tipicamente no cone axónico. Essa despolarização inicial é causada pela abertura dos canais de sódio dependentes de voltagem, permitindo a entrada rápida de iões de sódio e invertendo temporariamente a polaridade da membrana.

Sentido de Propagação do impulso nervoso

Sentido de propagação do impulso nervoso

Transmissão do Impulso Nervoso

A transmissão do impulso nervoso envolve a passagem de sinais de um neurônio para outro através de sinapses:Liberação de Neurotransmissores: Quando o potencial de ação chega às terminações axonais, os canais de cálcio abrem se e desencadeiam a liberação de neurotransmissores na fenda sináptica.Difusão e Ligação: Os neurotransmissores difundem-se através da fenda sináptica e ligam se aos recetores na membrana pós-sináptica.Geração de Potenciais Pós-Sinápticos: A ligação dos neurotransmissores pode gerar potenciais excitatórios ou inibitórios na célula pós-sináptica.

+ INFO

Potencial de repouso

O potencial de repouso é a diferença de potencial elétrico através da membrana plasmática de um neurônio em repouso, geralmente cerca de -70 mV.Mantido por: A bomba de sódio-potássio (Na⁺/K⁺-ATPase) que transporta 3 Na⁺ para fora e 2 K⁺ para dentro da célula, além da permeabilidade diferencial da membrana aos íons.

Potencial de ação

Potencial de AçãoUm potencial de ação envolve despolarização seguida de repolarização:Despolarização: O estímulo inicial causa a abertura dos canais de sódio, permitindo a entrada de Na⁺, tornando o interior da célula menos negativo.Repolarização: Após o pico do potencial de ação, os canais de sódio fecham se e os canais de potássio abrem se, permitindo a saída de K⁺, restaurando o potencial negativo.

Alterações na Membrana Plasmática do Neurónio

Durante a condução do impulso nervoso, várias alterações ocorrem na membrana plasmática:Abertura de Canais de Sódio: Entrada rápida de Na⁺ durante a despolarização.Abertura de Canais de Potássio: Saída de K⁺ durante a repolarização.Período Refratário: Após a repolarização, os canais de sódio estão temporariamente inativos, impedindo um novo potencial de ação imediato.

Comunicação entre Neurónios

A comunicação entre neurônios ocorre nas sinapses:Fenda Sináptica: Espaço entre a terminação axonal do neurônio pré-sináptico e a membrana do neurônio pós-sináptico.Neurotransmissores: Substâncias químicas que transmitem sinais através da fenda sináptica.São produzidas pelos neurônios, com a função de biossinalização. Por meio delas é possível enviar informações a outras células. Podem também estimular a continuidade de um impulso ou efetuar a reação final no órgão ou músculo alvo.

Tipo de Mensagem Libertada pelos Neurotransmissores

Os neurotransmissores podem ser excitatórios ou inibitóriosNeurotransmissores Excitatórios: Aumentam a probabilidade de um potencial de ação na célula pós-sináptica .Neurotransmissores Inibitórios: Diminuem a probabilidade de um potencial de ação na célula pós-sináptica

Bibliografia

https://www.vittude.com/blog/neurotransmissores/https://pt.khanacademy.org/science/biology/human-biology/neuron-nervous-system/a/the-synapsehttps://pt.khanacademy.org/science/biology/human-biology/neuron-nervous-system/a/the-synapse

TRansmissãodoimpulso nervoso

Lara Borges & Vera Fernandes 2C

Here you can include a relevant piece of information to highlight

1. Polarização da Membrana2Despolarização3. Repolarização4. Hiperpolarização5. Propagação do Impulso6. Período Refratário7. Direcionalidade8. Velocidade de Condução9. Transmissão Sináptica