Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

Recursos Minerais

Consumo de recursos minerais em portugal

1995 2000

10 milhões de toneladas

=

2000 2005

20052010

2010 2015

2015 2020

Anos

Não Metálicos

A evolução do CIM é fortemente influenciada, em Portugal, pela evolução da atividade do setor da construção, na medida em que os materiais que mais pesam no total deste indicador são os minerais não metálicos, intensamente utilizados naquele setor, e que representam, em 22021, cerca de 63,2% do CIM.

O CIM atingiu um pico em 2008, tendo posteriormente decrescido até 2013; em 2014 essa tendência foi interrompida e ocorreu um aumento de 10% face a 2013. Entre 2013 e 2021 o CIM registou um aumento de 11,6%. O aumento registado no CIM deve-se fundamentalmente à subida do consumo dos minerais não-metálicos (mais 16,7% em 2021 face a 2013) e atingiu em 2021 um valor total de 163,9 milhões de toneladas (mais 7,1% do que em 2020).

Metálicos

+ info

+ info

+ info

ENERGÉTICos

Neste momento, no nosso país não se explora minerais energéticos, embora o país possua boas reservas de Uránio e várias ocorrências de carvão e petróleo.

Recursos minerais energéticos

  • Petróleo, o gás natural e o carvão mineral;
  • Utilizados como fonte de energia.

Aplicações das rochas e minerais em Portugal;

Apresenta a razão pela qual houve uma evolução do consumo de minerais não metálicos em Portugal.

Indica a quantidade de recursos minerais energéticos que foram consumidos em Portugal entre 1995 e 2020.

Os recursos minerais metálicos com maior importância em Portugal são o cobre, o volfrâmio, o zinco e o ferro, predominantes nas regiões do Centro e do Alentejo.

Recursos Minerais Metálicos

  • Extração de metais com lucro;
  • Indústria siderúrgica e metalomecânica;
  • Equipamentos eletrónicos e fiação elétrica;
  • Produção de peças automóveis.

Indica a principal finalidade dos recusos minerais energéticos.

Indica quais foram os anos em que houve um maior consumo de recursos minerais não metálicos.

Indica a quantidade de recursos minerais metálicos que foram consumidos em Portugal entre 2005 e 2015.

Em Portugal fazem parte o sal-gema, o feldspato e as areias feldspáticas, o caulino, o quartzo, de maior valor económico, e substâncias como a barite, o talco, o diatomito, com menor expressividade económica.

Recursos minerais não- metálicos

  • Construção civíl (areia, calcário...);
  • Areia e fins decorativos (quartzo, papel (caulino), indústria videira);
  • Fertilizantes (enxofre).