Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

rIO TEJO

Ana Soares Nº2Diana Ramalho Nº11Maria Oliveira Nº19

lOCALIZAÇÃO

Nascente: Albarracín, Aragão, Espanha

lOCALIZAÇÃO

Percurso: O rio Tejo nasce em Espanha, na Serra de Albarracin, e termina o seu percurso, de 1100 Km, em Lisboa. Na sua passagem por Vila Velha de Ródão, veneram a sua magnitude as Portas de Ródão, imponente formação rochosa do período ordovícico.

lOCALIZAÇÃO

Foz: Oeiras, Lisboa

lOCALIZAÇÃO

Afluentes:Quanto aos afluentes, em Portugal os principais são os rios Erges, Pônsul, Ocreza e Zêzere na margem direita, enquanto que os rios Sever e Sorraia estão na margem esquerda

lOCALIZAÇÃO

Subafluentes: Os principais afluentes do rio Tejo em Espanha são: o Jarama (11 600 km2), Alberche (4 100 km2), Tietar (4 500 km2), Alagon (5 400 km2) na margem direita; e o Guadiela (3 500 km2) e Almonte (3 100 km2), na margem esquerda.

lOCALIZAÇÃO

Dimensão: Cobrindo uma superfície de cerca de 80 629 km2, no seu total, dos quais 24 800 km2 (29,8%) em Portugal, a bacia do Tejo apresenta-se como um largo corredor no centro-oeste da Península, orientado grosso modo de ENE para WSW, com cerca de 700 km de comprimento e largura média da ordem dos 120 km.

Variação do caldal do rio tejo

Os campos situados na borda do rio, que se nutrem das suas águas, incidem ainda mais na perda de caudal. Quando o Tejo chega a Aranjuez, muitas vezes tem caudal inferior a 6 m³/s, mínimo estabelecido pela normativa que regula o Transvase Tejo-Segura, conhecido como “caudal ecológico”.

Regime hidrológico

O regime hidrológico do Tejo é determinado por variações pluvionivais (dependentes de chuva ou neve) próprias da região central da Península Ibérica, especialmente no que se refere às formações montanhosas aí integradas.

Descrição do percurso do rio tejo

Uma superfície de cerca de 80 629 km2, no seu total, dos quais 24 800 km2 (29,8%) em Portugal, a bacia do Tejo apresenta-se como um largo corredor no centro-oeste da Península, orientado grosso modo de ENE para WSW, com cerca de 700 km de comprimento e largura média da ordem dos 120 km.

Secções do rio tejo

O Rio Tejo, que atravessa Portugal e Espanha, pode ser dividido em várias seções, dependendo do critério utilizado. Geralmente, é dividido em seções como o Alto Tejo, o Médio Tejo e o Baixo Tejo, mas também pode ser subdividido de acordo com aspectos geográficos, históricos ou ambientais.

vale do rio do tejo

  • Vale em forma de canhão
  • Vale fluvial em forma de “V”
  • Vale aluvial
  • Vale em forma de estuário

Caracterização da constituição geológica da área da bacia hidrográfica

  • Rochas ígneas e metamórficas;
  • Rochas sedimentares;
  • Falhas e dobras:
  • Depósitos aluviais;

Aproveitamento do rio para atividades humanas

O Rio Tejo, um dos mais importantes da Península Ibérica, desempenha um papel crucial no fornecimento de água e recursos para atividades humanas em Portugal e Espanha. Diversas utilizações do rio têm sido implementadas ao longo dos anos para maximizar seu aproveitamento.

Construção de Barragens

  • Geração de Energia Hidroelétrica: Barragens como a Barragem de Castelo de Bode e a Barragem de Belver produzem energia hidroelétrica, uma fonte significativa de eletricidade renovável.
  • Controle de Cheias: As barragens ajudam a controlar o fluxo do rio, prevenindo enchentes e regulando o nível da água.
  • Abastecimento de Água: As barragens armazenam grandes volumes de água que são utilizadas para o abastecimento público, industrial e agrícola.

Transvases

Os transvases (ou transferências de água) são sistemas que permitem o transporte de água de uma bacia hidrográfica para outra. No caso do Rio Tejo:

  • Transvase Tejo-Segura: Um dos mais importantes da Espanha, permite transferir água do Tejo para a bacia do Segura, essencial para a agricultura e abastecimento urbano no sudeste seco da Espanha.

outras captações de água

  • Abastecimento Urbano: Muitas cidades ao longo do Rio Tejo dependem de sua água para abastecimento municipal.
  • Irrigação Agrícola: A agricultura intensiva em áreas próximas ao Tejo utiliza a água do rio para irrigar culturas, especialmente em regiões com escassez de chuva.
  • Uso Industrial: Indústrias localizadas ao longo do rio captam água para processos de produção e resfriamento.

obrigada!!