Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

A união Ibérica

E a restauração da independência

História

D. Sebastião desaparece na batalha de Alcácer Quibir, não deixando descendentes. Sucedeu-lhe o seu tio-avô, o cardeal D. Henrique, que morreu em 1580, sem deixar descendentes, tendo assim uma crise de sucessão/crise dinástica

Batalha de Alcácer Quibir

Historia

A coroa portuguesa

Haviam vários candidatos ao trono, sendo os principais os netos de D. Manuel I:- D. António, prior de crato- D. Catarina, duquesa de Bragança - D. Filipe II, rei da Espanha Filipe II invade Portugal para impor os seus direitos, e em 1581 foi aclamado rei de Portugal, começando assim a União Ibérica e dando origem à Dinastia Filipina

História

A burguesia

Nas primeiras décadas, a união Ibérica era benéfica para os dois reinos. Porém, também no primeiro século, essa União trouxe mais vantagens a grupos dominantes como a alta burguesia, já que agora havia estabilidade política entre os dois reinos e um maior território, havendo assim uma maior expansão comercial.

Descontentamento português

História

Após a morte de Filipe I, sucederam Filipe II e Filipe III. Enquanto Filipe I implementou medidas para o crescimento económico de Portugal, os portugueses expandiram a exploração dos territórios atlânticos, estabelecendo o comércio triangular. No entanto, a prosperidade económica de Portugal foi abalada pela crise que assolou a Espanha durante os reinados de Filipe II e III. Isso descontentou os portugueses devido a várias razões:

- O não cumprimento das promessas feitas pelo governo espanhol nas cortes de Tomar em 1581.- A perda da capacidade de defesa das possessões originalmente portuguesas, devido à falta de um exército eficaz.- O recrutamento de navios e soldados portugueses para as guerras espanholas.- O aumento dos impostos cobrados aos portugueses.- Os ataques de países rivais da Espanha aos navios e territórios coloniais portugueses

A restauração da independência

História

Praticamente nenhum grupo social já não queria fazer parte da união Ibérica e desejava a restauração da independência, já que perderam poder e riquezas. Motins e revoltas contra o domínio filipino espalhavam-se pelo país.Um grupo de nobres em a 1 de dezembro de 1640 conspirou contra o domínio filipino, resultando num golpe. D. João IV foi declarado rei de Portugal e assim aconteceu a restauração da independência e uma nova dinastia surgiu, a dinastia de Bragança. Espanha apenas reconheceu a independência de Portugal em 1668, após 28 anos de guerra.