Want to make creations as awesome as this one?

Transcript

Rio Guadiana

A Bacia Hidrográfica do Rio Guadiana é uma importante região no sul da Península Ibérica, abrangendo partes de Portugal e Espanha. Essa bacia hidrográfica desempenha um papel fundamental no desenvolvimento socioeconômico e ambiental da região, destacando-se por sua riqueza geológica, hídrica e ecológica.

Introdução à Bacia Hidrográfica do Rio Guadiana

O rio Guadiana tem origem nas lagoas de Ruidera, na província espanhola da Cidade Real, e desagua no oceano Atlântico, entre Vila Real de Santo António e Ayamonte. Com 829 km de extensão, é o quarto rio mais longo da Península Ibérica, com uma bacia hidrográfica de 67 700 km², situada em grande parte em Espanha (cerca de 55 000 km²).).

Nascente do Rio Guadiana:

Pela margem direita: Záncara, Ciguela, Bullaque, Degebe e a Ribeira do Vascão.Pela margem esquerda: o Guadiana Alto, Azuer, Jabalón, Zújar, Matachel, Ardila e o Chança.

Principais afluentes e subafluentes do Rio Guadiana:

O rio Guadiana possui um caudal muito variável, quer à escala sazonal, quer à escala interanual, em situação de tempestade o caudal pode exceder os 10 000 m 3 /s, mas, no verão, são frequentes as situações de caudal praticamente nulo. O caudal médio corresponde aproximadamente a 80 m 3 /s.

Variação do caudal:

  • Vales encaixados do rio Guadiana e seus afluentes, são marcados por margens acidentadas e revestidas pelos matagais mediterrânicos
  • Elevações de quartzito como as serras da Alcaria Ruiva (o ponto mais alto da região, com 370m), Serra de S. Barão e Serra de Alvares
  • A Planície Alentejana com altitudes abaixo dos 200m, onde predominam as culturas extensivas
Tipos de paisagens e vales que caracterizam o Vale do Guadiana:

Tipos de vales

Curso Alto: Nasce na região de Ciudad Real, Espanha, conhecido como Ojos del Guadiana. Curso Médio: Flui pela província de Badajoz, após deixar Castilla-La Mancha, formando a cauda do reservatório de Cíjara. Curso Baixo: Continua para o sul até desaguar no Oceano Atlântico
O percurso do rio pode ser dividido em três secções principais como:

O rio Guadiana é conhecido por ter um curso sinuoso, com meandros e vales profundos ao longo do seu trajeto. Além disso, a bacia hidrográfica do rio Guadiana possui uma diversidade geológica, com a presença de diferentes tipos de rochas sedimentares e estruturas geológicas, o que contribui para a sua importância ambiental e riqueza natural.

características geológicas

Construção de BarragensBarragem de Alqueva : Geração de energia, irrigação, abastecimento de água e turismo; maior reservatório artificial da Europa Ocidental.Barragem de Pedrógão : Regulação do fluxo para Alqueva e irrigação.Barragens da Espanha : Energia, irrigação, controle de cheias e abastecimento de água. TransvasesProposta de Transvase do Guadiana para o Guadalquivir: Melhorar o abastecimento de água na Andaluzia; potencial para aliviar escassez, mas com possíveis impactos ecológicos.

Aproveitamento do rio para atividades humanas

Outras Captações de ÁguaIrrigação Agrícola: Áreas agrícolas em Portugal e Espanha dependem do Guadiana para irrigação.Abastecimento Urbano e Industrial: Cidades e indústrias utilizam a água do Guadiana.Turismo e Recreação: Atividades como navegação, pesca e turismo náutico são populares, contribuindo para a economia local. O rio Guadiana é importante para a energia, irrigação, abastecimento de água e turismo. A gestão sustentável é essencial para equilibrar o desenvolvimento econômico e a preservação do ambiente

Alterações climáticas: O aumento da temperatura e da salinidade tem favorecido a proliferação de espécies invasoras que desestabilizam o ecossistema Barragens: A construção de barragens, como a do Alqueva, alterou o caudal natural do rio,tendo um impacto negativo a fauna e flora locais Poluição agrícola: A contaminação por nitratos provenientes da agricultura intensiva está a prejudicar a qualidade da água e a afetar a biodiversidade Secas: A escassez de água em períodos de seca extrema reduziu numa forma significante o nível de água do rio, afetando a qualidade aquática e os habitats Pecuária: O acesso descontrolado do gado às margens do rio tem contribuído para a degradação ambiental, aumentando a erosão e compactação do solo.

Existência de problemas ambientais

A gestão dos recursos hídricos no rio Guadiana é importante para garantir a sustentabilidade ambiental e o abastecimento de água na região. Envolve medidas como monitorização da qualidade da água, promoção da eficiência no uso da água, proteção de áreas ribeirinhas e gestão dos caudais para manter o equilíbrio ecológico. A cooperação entre Portugal e Espanha é essencial, pois o rio Guadiana atravessa ambos os países.

Gestão dos Recursos Hídricos

Trabalho realizado por: Joana Rodrigues nº27céline Alves nº26

Obrigado