Want to make creations as awesome as this one?

More creations to inspire you

Transcript

A sociedade medieval

Economia medieval

Grupos sociais da época

Funções dos grupos sociais

Desigualdade social e mobilidade social

O poder Senhorial

Tarefas dos camponeses livres, servos e vassalos

06

Como forma de proteção, a maioria da população dependia do poder Senhorial. As relações de vassalagem que se estabeleceram entre os privilegiados implicavam dependência e poder.

A terra era a principal fonte de riqueza e poder. A maior parte da população dependia da terra e era o domínio senhorial que se desenrolava grande parte das relações entre os protetores e os protegidos.

Era uma sociedade tripartida e hierarquizada em que a linhagem (sangue), os cargos desempenhados e a posse da terra determinava o grupo social (ordem)a que se pertencia.

Era uma enorme desigualdade social entre os grupos, e também havia uma pouca variedade de mobilidade social. Normalmente determinava-se quem tinha privilégios e regalias (por norma era o Clero e a Nobreza) constituíam a aristocracia, e quem não possuía os privilégios era o povo.

Depois temos o Povo. O povo era uma ordem que não tinha privilégios, muito dependente da Nobreza e do Clero, tendo basicamente só obrigações.

Em primeiro a Nobreza. Apesar dos primeiros constituírem a minoria da população, eram eles que detinham as terras, poder e as riquezas. Também tinham regalias e privilégios como por exemplo a isenção de impostos e leis próprias.

Cada um desses grupos sociais desempenhava funções distintas.

Os grupos sociais da época eram três: -Clero; -Nobreza; -Povo

A economia medieval era caracterizada por uma economia subsistente sendo que a terra principal fosse fonte de riqueza e de poder.

Por conta dessas situações havia uma grande desigualdade social.

Por fim temos o Clero.O Clero era considerado o mediador entre Deus e os homens. Eles tinham funções espirituais e de assistência social e isso fazia com que eles fossem o grupo de maior prestígio.-Dedicavam-se à oração; -À assistência aos pobres; -Aos doentes; -Ao ensino

O direito canónico, exclusivo do Clero, regulava os seus comportamentos.Usufruíam de privilégios tais como o direito ao asilo.Tal como a Nobreza eram detentores de grandes propriedades.

Dentro do Clero existiam os membros do Clero secular, que eram constituídos por-Cardeais;-Bispos;Padres das paróquias.

Os camponeses livres e os servos viviam nos domínios da Alta Nobreza que rivalizavam diretamente com o Rei. Para eles eram cedidas parcelas da terra para trabalhar, usufruindo da proteção dos seus exércitos, tinham de cumprir várias obrigações.

Os servos estavam sujeitos a mais obrigações que os camponeses livres.O Povo era contituído pela maioria da população, que era cerca de 90%, essencialmente camponeses.Amaioria dos membros desta ordem habitava e trabalhava nas terras dos grandes Senhores da nobreza e do cleroViviam como mesmo muito poucos recursos.

Dividiam-se os camponeses, que eram livres dosque eram servos ou seja estavam vinculados à terra.Aos camponeses era possibilitado explorar as parcelas de terra, os mansos, cedidas pelo senho em troca de um pagamento, em dinheiro ou em géneros.Estavam autorizados a usar as pastagens e a recolher lenha nas terras comunais, e eram ainda obrigados às corveais.Os servos não podiam abandonar o domínio senhorial.

Também existiam os suseranos e os vassalos.Os suseranos são os homens mais poderosos e os vassalos são os homens menos poderosos.

As relações de dependência pessoal entrre elementos da aristrocacia (nobreza e clero)eram consagradas numa cerimónia que consistia em três atos: -A homenagem;-O juramento de fidelidade;-A investidura.A partir do momento da investidura e em troca das terras que recebia, o vassalo ficava obrigado a dar conselhos, a recrutar homens para o exército do suserano, a oferecer-lhe ajuda monetária se necessário, a proteger e gerir a casa do senhor, a supervisionar os trabalhadores, fossem homens livres ou servos, a defender o suserano e as suas propriedades se tal fosse necessário, ainda entre muitas outras tarefas não mencionadas.